7 Dicas para controlar o apetite por doces

7 Dicas para Controlar o apetite | Adriana Sales Nutricionista

7 Dicas para controlar o apetite por doces

O açúcar e o sabor doce traz-nos tranquilidade e conforto, aquele “miminho” precioso, no entanto é o vício mais consumido no século XXI! O que origina muitos quilinhos indesejados …. Falando com os meus inúmeros pacientes nas muitas Consultas de Nutrição já realizadas, muitas vezes um dos pontos fulcrais de mudança é a chamada “Fome Emocional” … “Apetece-me tanto um doce”, muitos dizem!

E como controlar esta fome emocional, e este apetite por doces?

1ª Dica: Detecte em que horário do dia, sente esta compulsão:
De manhã, de tarde, à noite? Pode estar a existir um desequilibrio nutricional na sua dieta, que posso estar a impulsionar o apetite por doces e por hidratos de carbono. Para além disso, pode ser um horário em que se sinta mais frustado e mais aborrecido e neste caso é muitíssimo importante realizar alguma actividade que obrigue movimentar-se e deste modo afastar o pensamento de comer algo doce. Uma estratégia importante que sempre aconselho, é a regra dos 5 minutos: Se lhe apetecer um doce, não vá a correr para a cozinha… distraia-se e espere pelo menos 5 minutos. Em muitos dos casos, a pessoa acaba por esquecer-se desta vontade neste período de tempo.

2ª Dica: Regule os seus horários de sono:
Quando o nosso sono se encontra desregulado, a produção de melatonina encontra-se igualmente desequilibrada, o que irá causar uma desregulação dos níveis de serotonina (a nossa hormona da felicidade e do bem-estar) e logo um aumento do apetite por açúcar e por hidratos de carbono.

3ª Dica: Priveligie alimentos ricos em triptofano:
Tal como a melatonina, o triptofano é um percursor da serotonina, e quando nos sentimos mais deprimidos é importante aumentar o aporte deste aminoácido. Alimentos em que o triptofano naturalmente existe são por exemplo, a aveia, a banana, o chocolate preto, o ovo e os frutos secos (que neste caso, devem ser incluídos na sua alimentação como snacks);

4ª Dica: Consuma 3-4 peças de fruta por dia
A fruta possui o seu açúcar natural: a frutose. Para além disso possui inúmeras vitaminas e minerais, muitas delas antioxidantes, que nesta fase lhe farão aumentar o sistema imunitário!

5ª Dica: Coloque numa caixa os alimentos mais calóricos (os “confort food”) e longe do seu ângulo de visão.
Vamos tratar do açúcar como um vício, e se o bolo estiver sempre em cima da mesa da cozinha, e for à sua cozinha pelo menos 5-6 vezes durante a tarde, as probablidades de comer uma fatia são muito maiores não acha? Importante não esquecer que, em média, sempre que se come um alimento açúcarado passados 20 minutos sentimo-nos novamente essa mesma vontade. Por esse motivo é tão dificil fazer durar os pacotes de bolachas!

6ª Dica:
Opte por snacks nutricionalmente equilibrados para ir petiscando ao longo do dia. Bons exemplos são os frutos secos – nozes, amêndoas, pistachios, amendoins (mas em quantidades reduzidas pois este grupo de alimentos é extremamente rico em gordura), gelatina 0% açúcar, chocolate preto, vegetais (tais como cenouras aos palitos, pepinos e tomate-cheery).

7ª Dica:
Enriqueça os seus lanches. Numa altura em que temos mais disponibilidade de horário, porque não fazer umas Panquecas de Aveia com Banana? São deliciosas, saciantes e ricas nutricionalmente!

 

Mantenham-se seguros e saudáveis!

Adriana Sales, Nutricionista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *