Treinar em jejum é benéfico para perda de peso e massa gorda? Nutricionista responde – Artigo de Opinião – SAPO LIFESTYLE

Adriana Sales Nutricionista

Treinar em jejum é benéfico para perda de peso e massa gorda? Nutricionista responde – Artigo de Opinião – SAPO LIFESTYLE

O treino em jejum pode ser benéfico quando o objetivo é a perda de peso e a perda de massa gorda?

Normalmente, os adeptos deste método realizam o treino de manhã após 8h a 12h de jejum noturno e consideram que o treino em jejum é uma boa estratégia de perda de peso, na premissa de que baixos níveis de glicogénio fazem com que o corpo não utilize a energia proveniente dos hidratos de carbono, permitindo assim uma maior mobilização da gordura armazenada.

No entanto, o substracto energético não é o único factor que influencia o gasto calórico inerente à prática de exercício físico. Igualmente importante é o tipo de exercício físico e a sua intensidade.

Estudos recentes mostram que uma refeição pré-treino evita a hipoglicemia e permite que um indivíduo treine mais intensamente em comparação com um indivíduo que treine em jejum e, por esse motivo, logo terá um gasto calórico superior.

Assim, nada serve treinar em jejum e não termos energia suficiente para realizar com efetividade o treino.

Outra questão igualmente importante resulta do tipo de treino e da intensidade deste, devendo o treino em jejum ser recomendado quando fazemos um tipo de treino de baixa a moderada intensidade (por exemplo marcha rápida), com o intuito de evitarmos a proteólise (utilização das proteínas como substracto energético) e consequentemente a degradação da massa muscular.

Por outro lado, em casos de hipertrofia ou treino de força, a refeição pré-treino é fundamental para o sucesso do objectivo de hipertrofia.

Em síntese, treinar em jejum pode ser fisiologicamente uma boa estratégia para alterar o peso e a massa gorda mas devemos ter em consideração as características pessoais do praticante e o tipo de exercício físico como, por exemplo, questionarmos se teremos energia suficiente para a prática de exercício físico para garantir a sua efetividade.

Caso a resposta seja negativa, 100g de banana (por ser rica em frutose e proporcionar uma energia de rápida disponibilidade), pode surtir um melhor resultado na nossa perfomance desportiva e deste modo obter melhores resultados na perda de peso.

Veja o artigo completo em https://lifestyle.sapo.pt/saude/peso-e-nutricao/artigos/treinar-em-jejum-e-benefico-para-perda-de-peso-e-massa-gorda-nutricionista-responde  

Este artigo foi elaborado em colaboração com Andreia Nascimento, nutricionista, formadora, nutricoach e antropometrista. Criadora da página @nutricao.com.peso.e.medida. 
Este artigo foi elaborado em colaboração com o  Serenity SPA – The Art of Wellbeing. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.